Áreas Temáticas

Perspectiva Latino-Americana e Sul Global

O Instituto PACS nasce latino-americano e com uma mirada desde o sul global por completo. A dimensão internacional está expressa já no nome do Instituto, não por coincidência. O PACS foi fundado como parte brasileira do Programa Regional de Investigações Econômicas e Sociais para o Cone Sul da América Latina (PRIES), iniciativa de um grupo de economistas que retornavam do exílio a seus países de origem: Argentina, Brasil, Chile e Uruguai. Esta aliança durou apenas 9 anos, mas está em nossas veias fundadoras. Assim, a perspectiva e a prática política desde a América Latina são parte fundante e estrutural de nossos olhares e ações.

Nos anos 2000, esta perspectiva se potencializa nas parcerias para construção de uma ação coletiva do sul global sobre a crítica aos megaprojetos transnacionais, às instituições financeiras e um modelo de desenvolvimento que se mantém colonialista e racista em sua lógica de manutenção e ampliação. Assim, partimos e seguimos desde os povos do sul global e suas práticas de resistência para realizar a crítica ao modelo capitalista de desenvolvimento e construir formas de vida que construam o Bem Viver de todas e todos.

Para construirmos tais perspectivas cotidiana e coletivamente, fazemos parte da Rede Jubileu Sul Américas, da Articulação Internacional dos Atingidos e Atingidas pela Vale, da Rede Global Diálogos em Humanidades, a Campanha pelo Desmantelamento do Poder Corporativo, dentre outros espaços internacionais.

Nesse campo de trabalho, destacamos: todos os materiais críticos de denúncia sobre as violações e a lógica de atuação da Ternium Brasil (antiga Companhia Siderúrgica do Atlântico – TKCSA), os materiais construídos junto à Rede Jubileu Sul Brasil e Américas, as pesquisas sobre BRICS, Economia Verde, entre outros.